Em um país tropical como o nosso, nada como se refrescar e hidratar com um suculento pedaço de melancia, não é mesmo? Muito apreciada e conhecida pelo seu sabor adocicado e a grande quantidade de água é uma fruta bastante versátil.

 

A melancia pode ser consumida como suco, picolé, doces, pedaços congelados, vinho (muito popular na Rússia) ou apenas o pedaço da fruta.

Com menos de 30 calorias por 100 gramas, a melancia é rica em sais minerais, como como cálcio, magnésio, potássio, selênio, zinco, fósforo e ferro, vitaminas do complexo B, A, C, E e K e fibras, essenciais ao equilíbrio e funcionamento adequado do organismo. Com isso, ela traz muitas vantagens, sendo uma verdadeira aliada a todos que buscam uma vida mais saudável.

Entretanto, muitas pessoas acreditam que a melancia é indigesta. A má digestão é um problema comum, e entender as causas desse desconforto é um passo importante para o seu controle. Neste contexto, iremos te mostrar alguns dos benefícios de consumir esta fruta e se realmente essa desvantagem está atrelada a ela.

Benefícios da melancia

Excelente fonte de água

Um dos melhores benefícios da melancia é a hidratação garantida ao comer essa fruta, porque mais de 90% da melancia é água. Além disso, o alimento é rico em minerais como potássio, sódio e magnésio, os quais ajudam a manter o nível correto de água no corpo.

Previne problemas renais

Por ser rica em potássio, o consumo da melancia ajuda a eliminar as toxinas a partir dos rins. Desse modo, a fruta ajuda a diminuir a formação dos cálculos renais e permite o melhor funcionamento desse órgão, visto que possui uma grande quantidade de água.

Excelente para quem pratica exercícios físicos

Para quem malha ou faz exercícios aeróbicos como correr, caminhar e afins, o suco de melancia é muito indicado. Isso porque além de hidratar bem o corpo, ela repõe os sais minerais perdidos na hora do treino, e é fonte de energia. Sendo assim, consuma a bebida depois de seus exercícios diários.

Ajuda a regular a pressão arterial

A presença de L-citrulina, potássio e magnésio na melancia ajuda na manutenção tanto da pressão alta como da pressão baixa, sendo um ótimo complemento ao uso de medicamentos indicados para tratar o mesmo problema.

Faz bem para o coração

A melancia é uma excelente fonte de vitamina C, licopeno e beta-caroteno, compostos que ajudam a prevenir diversos tipos de doenças cardíacas. 

Reduz o colesterol

O LDL é conhecido como o colesterol ruim e pode ser diminuído com o consumo da melancia, trazendo benefícios ao coração e vasos sanguíneos.

Protege a pele

Os antioxidantes e vitamina C presentes na melancia ajudam a prevenir o envelhecimento precoce da pele.

Fonte de energia

Por também ser rica em vitamina B e açúcar, a melancia é uma excelente fonte natural de energia.

Protege os ossos

A melancia possui uma grande quantidade de cálcio, sendo este um mineral muito importante para o fortalecimento ósseo. Desse modo, o seu consumo pode ajudar a prevenir a perda do tecido ósseo.

Combate a ansiedade e estresse

A melancia também é fonte de vitamina B6, que ajuda a aliviar a fadiga, estresse e ansiedade.

Comer fruta é sempre bom

Não importa qual seja, o consumo de frutas é sempre indicado e traz inúmeros benefícios à saúde. Segundo estudo realizado pela Universidade College de Londres, 14% das mortes precoces são evitadas por indivíduos que ingerem entre uma e três porções de frutas, verduras e legumes por dia.

Será que a melancia realmente é indigesta?

Como você pode ver, inserir a melancia em seu cardápio pode te ajudar em muitos aspectos da sua saúde. O problema é que muitas pessoas acreditam que a melancia é indigesta e preferem eliminá-la. Mas essa fama é injusta.

Na verdade, muito pelo contrário, a digestão da melancia é fácil, já que ela é composta basicamente por água. Além disso, tanto a água quanto a fibra presentes nessa fruta ajudam a melhorar o funcionamento intestinal.

A impressão de que a fruta causa má digestão vem dos movimentos intestinais que ela causa em função de suas fibras insolúveis. Ainda, como ela é de simples ingestão, acabamos exagerando na quantidade. Desse modo, a sensação que dá é como se tivéssemos bebido muitos litros de água de uma só vez, afinal, ela é 90% água.

Outra dúvida que surge é se ela pode ser consumida à noite. Saiba que a fruta é uma ótima opção como lanche antes de dormir, pois além de ser leve é muito saudável. O único problema que você irá enfrentar se for escolher a melancia é o aumento das idas ao banheiro, por conta do seu efeito diurético. No entanto, se isso não for nenhum empecilho para você, não existe nenhuma restrição de comer melancia à noite.

Existe algum risco ao comer melancia?

Mas será que a melancia é de toda perfeita? Acontece que 210g de suco possui entre 9 a 13 mg de licopeno, sendo que a dose diária recomendada não deve ultrapassar 35 mg. Desse modo, a probabilidade de exceder o consumo dessa substância é grande. De acordo com a Associação Americana do Cancro, consumir licopeno a mais pode causar náusea, diarreia, indigestão e ainda inchaço abdominal.

Outro motivo que pode atribuir um certo risco ao comer melancia é que as pessoas que possuem altas concentrações de potássio no sangue (condição chamada de hipercalemia), devem também reduzir o consumo desta fruta para 140 g por dia.

O motivo é que, como a melancia é rica nesse mineral, ingerir mais do que isso pode elevar de forma extrema os níveis de potássio, causando batimentos cardíacos irregulares e até mesmo perda de controle dos músculos.

 

Espero que tenha percebido que a melancia não é indigesta, mas sim uma ótima opção para incluir no seu dia a dia, seja qual hora for. Contudo, o seu consumo não deve ser exagerado, assim como tudo o que comemos ou bebemos.

Gostou desse artigo? Deixe o seu comentário e clique aqui para conhecer outros conteúdos para sua saúde.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*