A luta para o emagrecimento é constante para muitas pessoas, seja por motivos estéticos ou de saúde. Entretanto, existem alguns alimentos que, quando consumidos na quantidade adequada, podem ajudar na perda de peso.

 

Isso acontece porque melhoram o trânsito intestinal, combatem a retenção de líquidos, aceleram o metabolismo e ajudam a queimar calorias.

Porém saiba que não existe nenhum alimento milagroso, afinal para emagrecer é preciso esforço e dedicação, praticar exercícios físicos e ter uma dieta balanceada e adequada para você. Sendo assim, os alimentos só irão ter efeito se for combinado com um estilo de vida saudável.

Sem mais delongas, descubra aqui quais são os principais alimentos para emagrecer que podem ajudar você a vencer a luta contra o sobrepeso de forma simples, prática e benéfica. 

1. Pêra

Se você está querendo emagrecer não pode deixar a pêra de fora da sua lista de alimentos. Essa fruta é rica em fibras insolúveis e água, que irão não apenas auxiliar o trânsito intestinal, mas também garante uma sensação de saciedade.

Além disso, o açúcar natural da fruta controla o desejo por doces e aumenta de forma gradativa a concentração sanguínea de açúcar. Mas os benefícios não param por aí, pois como ela possui bastante água, o seu consumo pode controlar os níveis de colesterol no sangue.

Para auxiliar no processo de emagrecimento, a pêra deve ser consumida 20 minutos antes das principais refeições.

2. Beringela

Assim como a Pêra, a berinjela é rica em fibras, auxiliando o bom funcionamento do intestino e no combate ao colesterol ruim, e baixa em calorias, possuindo cerca de 25kcal a cada 100g.

Ela também dá a sensação de saciedade e possui grande quantidade de água, vitaminas e minerais, o que ajuda a desinchar o corpo pois evita a retenção de líquidos.

3. Aveia

Os benefícios da aveia no processo de emagrecimento são devidos ela ser rica em fibras, fazendo com que prolongue a saciedade, melhore o funcionamento intestinal, regule a glicemia e diminui o LDL (colesterol ruim). 

Além disso, a fibra exige muito do corpo para queimar as moléculas complexas, precisando de usar o estoque de gordura para obter energia suficiente para isso. Um outro ponto positivo para a aveia é que ela é um dos vários alimentos que podem ser ingerido com frutas e vitaminas. 

4. Feijão

Infelizmente muitos nutricionistas e influenciadores indicam retirar o feijão da dieta, mas sem nenhum motivo real. Na verdade, o feijão é um ótimo aliado à sua dieta e se você gosta, não precisa excluir da sua vida.

Um estudo mostrou que os consumidores de feijão tendem a ter menores peso corporal e circunferência da cintura, em relação a quem não come. A pesquisa comprovou que consumir feijão reduz em 23% o risco de aumento da região abdominal e em 22% o risco de obesidade.

Isso ocorre porque o feijão possui fibras e carboidratos de absorção mais lenta que aumentam a sensação de saciedade devido a liberação mais lenta da glicose na corrente sanguínea, além de ter uma baixa densidade energética. Portanto, ao contrário do que muitos pensam, o consumo adequado do feijão não engorda, e sim ajuda a emagrecer.

5. Batata inglesa

Se tem um alimento temido por muitos, este é a batata inglesa, porque muitos olham apenas o índice glicêmico (fator que diferencia os alimentos, de acordo com a quantidade de moléculas de glicose presentes em cada um e está diretamente relacionado com a glicemia, que é o nível de açúcar circulante no sangue).

Mas não é preciso temer, visto que é um alimento que ajuda a ter mais saciedade e sem adicionar muitas calorias. Acontece que 100g de batata inglesa cozida tem apenas 52kcal, enquanto a batata doce e o arroz possuem 77 e 124kcal.

O que isso significa? Bom, se em sua dieta você deve comer 100kcal no almoço, se escolher a batata inglesa você vai comer 200g, mas se escolher a batata doce e o arroz, vai comer apenas 129g e 80g. E não preciso nem te convencer que 200g vai encher muito mais né?

6. Morango e melancia

Em geral, todas as frutas são sempre importantes para ter uma alimentação saudável. Entretanto, a combinação dos antioxidantes dos morangos com a hidratação da melancia é uma estratégia ideal para quem quer emagrecer.

Quando se trata da melancia, em particular, quase sem calorias e rica em água, ela pode ser usada na dieta para perder peso, desinchar e controlar a pressão alta. Ainda, auxilia na desintoxicação do organismo, podendo ser usada em sucos detox, chás ou ser misturada com ervas, gengibre e chá verde, pois auxilia o metabolismo. 

7. Carnes magras

A proteína é um dos pilares para o emagrecimento. Algumas pesquisas já observaram que uma alimentação rica em proteínas pode aumentar o metabolismo em até 80 a 100 calorias por dia, devido ao efeito térmico dos alimentos – a energia requerida pelo organismo para metabolizar os alimentos, a qual é maior para proteínas do que para gorduras ou carboidratos.

Isso faz com que queime mais calorias de forma mais rápida. Mas para aumentar a proteína sem acrescentar muitas calorias, é importante consumir carnes com baixo teor de gordura, como o frango e a tilápia.

8. Ovos

Apesar do que muitos pregam que só se deve comer a clara, na verdade o ovo inteiro é um excelente alimento tanto para quem quer ganhar massa muscular, quanto para quem quer emagrecer. Um estudo mostrou que aquelas pessoas que comiam ovos mexidos no café da manhã ficavam com menos fome no almoço em comparação a quem ingeria cereais.

Isso acontece porque o ovo é rico em proteínas, fazendo com que reduza o apetite e aumenta a saciedade. Ter uma alimentação rica em proteínas pode diminuir os pensamentos obsessivos por comida em até 60%, queimar mais calorias mais rapidamente e também reduzir pela metade o desejo de lanches noturnos.

Outro fato que faz com que o ovo seja um dos principais aliados ao emagrecimento é que, como ele contém todos os aminoácidos essenciais e nas proporções adequadas, o corpo utiliza a proteína vinda deste alimento de uma forma mais fácil.

Você pode encontrar diversas dietas que dizem solucionar o seu problema de forma muito rápida. Mas tenha cuidado, pois muitas vezes esses métodos trazem graves riscos à saúde.

Sendo assim, invista em uma alimentação balanceada, com alimentos que aceleram o metabolismo, melhoram o trânsito intestinal e ajudam a queimar calorias. Procure um profissional que irá adaptar uma dieta individualizada, para que você não apenas emagreça mas também seja feliz durante o processo.

Acesse aqui outros conteúdos para o seu bem-estar.

Recomendados para Você
1 Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*