O café foi introduzido no Brasil no século XVIII, em Belém, mas rapidamente o cultivo expandiu devido às condições climáticas favoráveis, tornando-o uma grande riqueza brasileira. Desse modo, é um dos produtos agrícolas mais relevantes no Brasil.

Você sabia que somos o maior exportador e o segundo maior consumidor de café do mundo?

Mas, além do café outras bebidas, como chás, ou até mesmo suplementos em cápsulas possui uma substância em comum: a cafeína. É o principal composto presente neste produto tão importante para a economia brasileira, sendo um poderoso estimulante do sistema nervoso central que traz diversos benefícios para a saúde.

Existem muitas pessoas que não vivem sem pelo menos um cafezinho durante o dia. Mas, será que conhecem todos os benefícios deste produto? Veja agora 5 motivos para consumir cafeína.

1. Melhora do metabolismo da glicose

Pesquisas mostram que através do aumento da concentração de adiponectina e aumento da sinalização do IGF-1 (envolvidos no processo de queima de gordura e glicose), a cafeína melhora a sensibilidade à insulina e controla a glicemia pós-prandial (concentração de glicose no sangue após uma refeição) em diabéticos.

Ainda, pessoas que consomem cafeína apresentam menores chances de desenvolver diabetes do tipo 2. Incrível, não é mesmo?

2. Ajuda a controlar a dor

Você já percebeu que vários remédios que controlam a dor, como o Dorflex e Neosaldina, possuem cafeína em sua composição? Há tempos essa substância tem sido utilizada como analgésico, principalmente nas dores de cabeça.

Muitos neurologistas indicam tomar café forte e puro (sem açúcar, lácteos, cremes etc) para aliviar este tipo de dor. Além disso, já é comprovado que medicamentos que estão combinados com a cafeína são os mais indicados para enxaqueca e cefaleias de tensão.

3. Melhora da performance cognitiva

Você já ouviu falar em nootrópicos? É toda substância capaz de promover a aprendizagem e memória, ou seja, aprimorar a capacidade cognitiva, protegendo o cérebro de danos químicos e físicos além de possuir poucos efeitos secundários e baixa toxicidade. Mas o que isso tem a ver com a cafeína?

A cafeína é um dos nootrópicos naturais mais estudados e se mostra igualmente eficaz quando comparada com o uso de outros medicamentos desta categoria, como o modafinil. O estímulo que ela promove no sistema nervoso central aumenta a capacidade de direcionar e manter a concentração em determinada tarefa.

Dessa forma, indiretamente ela aprimora a memória e o aprendizado, além de melhorar a formação de conceitos, raciocínio, atenção e percepção.

4. Melhora do desempenho físico

A cafeína é uma das poucas substâncias que ajudam a queimar calorias, acelerando o metabolismo. Isso porque é capaz de aumentar a queima de gordura, já que estimula a liberação da adrenalina, a qual queima as células de gordura.

Assim, ocorre a liberação dos ácidos graxos livres na corrente sanguínea, que serão utilizados como combustíveis. Com isso, há melhora do desempenho físico, seja em esportes de alta ou baixa intensidade, de longa ou curta duração.

5. Diminui o risco de depressão

Ela atua estimulando o sistema nervoso central, pois promove a redução na atividade da adenosina que, por sua vez, leva a um aumento de outros neurotransmissores, como a noradrenalina, dopamina e serotonina.

E é por esse motivo que os cientistas têm visto que a cafeína é um antidepressivo natural, já que estes hormônios estão relacionados com o sistema de recompensa e promovem a sensação de bem-estar.

Mas saiba que como tudo que existe na vida, exageros podem prejudicar a sua saúde. Estudos mostram que o máximo de cafeína a ser consumido por dia é de 400mg (5 xícaras de café) para a maioria dos adultos. Entretanto, as doses recomendadas são de 30 a 300mg por dia, quantidade suficiente para melhorar a vigilância e tempo de reação.

Recomendados para Você
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*